Desempreguei: confira os 3 passos para planejar a sua recolocação no mercado!

desempreguei
0

Quem acompanha a TI Talentos, leu e interagiu com o último texto sabe ou soube o que costuma acontecer com pessoas que ficam desempregadas inesperadamente e, geralmente, procuram em meio ao desespero se recolocarem o mais rápido possível. Pode ser que você não fique desesperado, mas certamente a angústia ou a dúvida e o medo costumam perseguí-lo.

  • Se você acha que se recolocar é apenas bater nas portas das agências de emprego, você pode estar errado.
  • Se você acha que a recolocação é um processo árduo e complicado, você também pode estar errado.
  • Se você acha que se recolocar é somente enviar algumas dezenas de currículos para e-mails de recrutadores que aparecem na sua timeline do Linkedin ou em grupos do Facebook, você também pode estar equivocado.
  • Se você acha que a recolocação é um processo tranquilo e bem simples….pode ser que você esteja com bastante confiança!

Mas, antes das dicas eu quero te dizer uma coisa:

Um emprego é um negócio, você está ofertando o seu valor e seus resultados! Então, esteja confiante no que você quer.

Confira, então, os 3 passos simples que vão te ajudar a começar um plano de recolocação no mercado de trabalho:

  1. Preparar o currículo (escreva como se você fosse o recrutador): esse documento ainda é porta de passagem essencial para que as pessoas encontrem você e para que conheçam seu objetivo. Elabore seu currículo (você encontra na internet opções e indicações incríveis sobre como criar ou melhorar o documento) de forma clara, deve conter poucas página e o máximo possível de palavras-chave (pense no recrutador que vai ler o que você escreveu).
  2. Mapear o seu mercado: uma dica infalível é não mandar currículo para vagas que não sejam do seu perfil. Além de queimar o seu currículo, entupir a caixa do selecionador de informações que ele provavelmente não dará atenção, essa atitude indica que o seu planejamento de recolocação contém falhas, ou não está sendo efetivo!
  3. Acionar a sua rede de contatos: se você não tem uma rede, passe a ter. Mantenha contato com pessoas da sua área ou do seu meio. Elas poderão ajudar a recomendar o seu nome para onde você desejar.

Passos simples que devem ser constantemente monitorados. É impossível (sim, acredite!) não se recolocar em um prazo razoável seguindo esse planejamento básico de carreira.

Ferramentas e ajuda:

Currículo e Mapeamento de Mercado: Pra quem quiser um modelo visual de gestão de negócios pessoal e serve até para mapear o mercado que você quer atacar, indico o tradicional modelo CANVAS. Dá uma olhada nesse do SEBRAE:

http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/bis/quadro-de-modelo-de-negocios-para-criar-recriar-e-inovar,a6df0cc7f4217410VgnVCM2000003c74010aRCRD

 

Renata Tedesco – Founder, Administradora, Master em PNL, Recruitment Lover

 

Deixe um comentário