Você reconhece as 3 habilidades (Lean”er”, Pitch”er”, Meet Up”er”) que você precisa desenvolver para a sua carreira? 

habilidades-profissionais
0

 

“Experiência de quantos anos?”

“Mora perto do trabalho?”

“Trouxe currículo atualizado e impresso?”

Então, não é bem isso! Mas já foi isso!!!

Eu vim de uma década onde aprendemos a procurar emprego pelo jornal e pelas agências de emprego, onde era preciso entregar currículo em papel de empresa em empresa. Todo domingo aquela espera ansiosa pelos classificados dos jornais e ainda mais se ele viesse recheado daquelas vagas que pareciam ter sido desenhadas e criadas gente mesmo!

Sei e sabemos que um bom profissional para ser contratado há alguns anos onde o recrutamento ainda era quase 100% tradicional dependia de vários fatores: da quantidade enlouquecida de horas de vida, das longas conversas de vendedor, das solas de sapato gastas e  dos inúmeros anos de casa sem mudanças frenéticas e impactantes. É, isso mesmo! Que você não chegasse em casa dizendo que foi demitido com pouco tempo de emprego (5 anos no mínimo) ou que tivesse a intenção de mudar de emprego com menos de 4 ou 5 anos de vivência.

Isso era um absurdo! Muitas vezes inadmissível por famílias inteiras!

Depois de muitos anos a prática se atualizou. Hoje, em muitos casos, passar 2 ou 3 anos em uma mesma cadeira e/ou em uma mesma empresa começa a ser visto de uma maneira meio torta no mercado. Eu sempre ouvia falar que “trabalho em equipe” era aquele fantasma que te esperava na entrada da porta da sala de seleção. Com o tempo eu fui acostumando e aposto que dúzias de nós também, mas que pesadelo era (ou ainda é) tentar mostrar pro selecionador um lado brilhante, mas ofuscados muitas vezes pelo colega que decidiu tomar a oratória e convencer todo mundo de que era top pra vaga por falar mais que todo mundo! E quando você precisava convencer o recrutador de que você era o candidato perfeito pra vaga e muitas vezes sem nem saber o que a tal pedia! Morava perto? Sinal verde! Unhas pintadas de vermelho? Sinal vermelho!

Ufa! Muita coisa mudou embora muita dessas práticas (e eu não disse que são ruins!) ainda estão entre nós. E ainda bem que existe pensamento novo, idéia nova e gente a fim de perpetuar ações diferentes! Assim, a gente dá um gás nas práticas novas e modernas e sempre respeitando as avaliações antigas.

E esse lado conservador tem tomado formas modernas batendo à nossa porta! E por ela mesma é que vamos passar daqui por diante mochilando colaborativamente! O mindset de que você só será aprovado na dinâmica ou na seleção se falar mais que todo mundo está ficando old fashion. Hoje eu te perguntaria onde falar mais que todo mundo ajuda a resolver um problema. Convenceu? A vaga é sua.

Atualização severa de sistema!

Agora que você deve saber que a chegada dos nossos amigos robôs tem impulsionado muitos de nossos processos seletivos, não estar preparado para a indústria 4.0 ou para o recrutamento 3.0 pode te deixar com as últimas senhas da fila!

Então eu vou te contar as 3 principais habilidades que o mercado tem discutido pelos eventos aí afora, por start ups que estão procurando problemas reais para resolver , por empresas que estão atualizando seus sistemas  organizacionais e também por recrutadores (nós) que estamos nos adaptando ao mindset nem tão explorado assim!

  1. Seja Lean “er”

Você já ouviu sobe a metodologia Lean? É aquela filosofia de gestão super inspirada em práticas e resultados da Toyota! Ela ajuda a transformar realidades de gestão e aproveita o potencial de todo mundo. Além disso, elimina desperdícios e resolve problemas one by one. Isso significa que aquela palavra Autoconhecimento não é mais tema de auto ajuda! Ela é item de série para que um recrutador/empresa encontre você. Sabe porque? Porque se você se autoconhece, você sabe para onde está indo. Logo, sabe seus valores, suas idéias, propósito e missão. Sabe traçar um plano para chegar do ponto A ao B. Esse é o tal do Match – encontro super poderoso entre necessidades: você que se autoconhece e a empresa que também sabe porque existe e procura alguém pra ser uma parte de seu ecossistema. Não haverão mais funcionários. Não teremos mais empregados. Teremos pedaços de donos nas empresas. Pessoas que não pensem fora da caixa, mas que se livrem da caixa e encontrem sentidos diferentes para realidades diversas.

Ser um lean “er” é enxugar o que não é essencial. E isso vale para pensamentos, para coisas, para pessoas, para comportamentos, para comida. O Lean é focar no que traz resultado positivo excelente sem desperdício. E isso vale para os novos talentos do mercado, para os de 40 e para a Maturidade!

Você sabe quem você é? O que pra você é essencial? O que você estoca que pode ser eliminado?

Prática diária.

  1. Seja um Pitch “er”

Qual é o problema que você resolve? “Ah eu tenho experiência em gestão de pessoas, recrutamento end to end, logística reversa, enfermagem em UTI”.

Importa. Mas, importa melhor se você responder que problema você resolve.

Você se conhece suficiente para me contar que além de ser um bom gestor de pessoas, como você impacta, impulsiona e/ou evangeliza a prática de resolução de problemas na sua área?

É isso o que eu quero saber. Em 1 minuto, em vídeo, em entrevista. 

  1. Seja um Meet Up “er”

Quando você menos esperar, o seu futuro empregador ou o seu parceiro de negócios pode estar caminhando em uma feira ou negociando em algum stand em eventos de logística, COMEX, RH, TI, etc…

Já estive em um evento de uma grande multinacional de Tecnologia que decidiu recrutar pessoas durante o coffee break!!

Portanto, essa prática pode se tornar um importante filtro de triagem e atração de talentos. A tecnologia nos ajuda a fazer o resto.

Preciso explicar mais? 

Abraços e até o próximo texto!  

Renata Tedesco

Recruitment Lover

Founder TI Talentos – conectando profissionais e empresas no mercado de Tecnologia

Co-Founder do Career Advisor | start up que vai descomplicar a sua carreira em 30 minutos

Master em Programação Neurolinguística – transformamos o raio das crenças limitantes em crenças amigas.

Deixe um comentário